sábado, 25 de setembro de 2010

Ao Mestre Com Carinho - Quando a simplicidade impressiona.


To Sir With Love - U.K. - 1967.
Drama - Subgênero: Educação.
Dirigido por James Clavell.
Baseado na semi-autobiografia homônima de E. R. Braithwaite.
Elenco:
Sidney Poitier … Mark Thackeray
Christian Roberts … Denham
Judy Geeson … Pamela Dare
Suzy Kendall … Gillian Blanchard
Lulu … Barbara "Babs" Pegg
Faith Brook … Grace Evans
Geoffrey Bayldon … Theo Weston
Edward Burnham … Headmaster Florian
Gareth Robinson … Tich Jackson
Grahame Charles … Femman
Fiona Duncan … Euphemia Phillips
Patricia Routledge … Clinty Clintridge
Adrienne Posta … Moira Joseph
Ann Bell … Mrs. Dare
Christopher Chittell … Potter
Rita Webb … Mrs. Joseph
Anthony Villaroel … Seales
Roger Shepherd … Buckley
Dervis Ward … Mr. Bell
Lynne Sue Moon … Miss Wong

-Baio seu puto! Esqueceu de nós? Nunca mais entro nessa merda! +O que é isso meu nobre!? Vamos parar com esses xigamentos né... aquí estou... Meu tempo anda ridículamente escasso, mas não vou largar o blog. E creio que nada melhor... que retomar os trabalhos falando de uma obra prima. Um filme pioneiro, que ao lado de Blackboard Jungle - 1955, é o pai de todo um subgenero.

Isto é Ao Mestre Com Carinho, que como se não bastasse a beleza da adaptação baseada na semi-autobiografia homônima de E. R. Braithwaite. Nos traz em seu papel principal, nada menos que Sidney Poitier... O primeiro ator negro a faturar um peso de papel em forma de estatueta, dourado, e careca... E isso em 63, contra tudo e contra todos.

Bom senhores... Neste filme, vocês vão encontrar a luta de um homem pra tentar modificar uma sociedade, fazendo uso de gentileza e respeito. Um homem negro, vindo do que hoje se chama Guiana, e tendo se formado em engenharia eletrônica... não consegue emprego por conta de sua etnia. Eis que o personagem, aceita o cargo de professor numa escola dum bairro pobre de Londres. O filme tem que ser adaptado ao formato do público, pois na obra homônima... Todos os fatos retratados no filme, são bem mais pesados.

Embora tenha essa adaptação, sempre são deixadas implicitas no filme, as questões raciais e sociais. Vocês vão se deparar com jovens desajustados, e alguns violentos... mas todos com medo do futuro sombrio que os aguarda. Interessante notar que eles enxergam a figura do professor, como alguem de nível social muito elevado, em relação ao deles. Não sabendo que o educador em questão, tem apenas aquela roupa pra vestir, e origem tribal... Tendo passado por vários sub-empregos até se formar.

Não dá pra passar daquí, sem ocasionar spoiller. Mas saibam senhores... trata-se de um belíssimo filme, com grande trilha sonora... Algumas na voz de Lulu, que com a cançao tema do filme, liderou as paradas estadunidenses naquele ano. E é claro... Poitier, que esteve genial neste filme, passando toda a ingenuidade do personagem. E o final... aahh o final...

Vejam o trailer seus animais...

-Mas Baio, que filme velho! +Amigo, cai fora daquí... vai orkutar vai... Pindalolas!

Assistam... É muito belo...

Vejam Online

Ou Baixem aquí dublado, pois não encontrei legendado com link único.
Axou ruim? se mate!