segunda-feira, 28 de junho de 2010

Gran Torino - Clint Eastwood para iniciantes...



Gran Torino - Gran Torino - EUA - China - 2008.
Drama - Tragicômico - 01:56.
Dirigido por Clint Eastwood.
Roteiro:Nick Schenk, baseado em estória de Dave Johannson e Nick Schenk.
Produção:Bill Gerber, Clint Eastwood e Robert Lorenz.
Música:Kyle Eastwood e Michael Stevens.
Fotografia:Tom Stern.
Direção de arte:John Wamke.
Figurino:Deborah Hopper.
Edição:Joel Cox e Gary Roach.
Efeitos especiais:Pacific Title and Art Studio.
Elenco:
Clint Eastwood (Walt Kowalski.
Christopher Carley (Padre Janovich).
Bee Vang (Thao Vang Lor).
Ahney Her (Sue Lor).
Brian Haley (Mitch Kowalski).
Geraldine Hughes (Karen Kowalski).
Dreama Walker (Ashley Kowalski).
Brian Howe (Steve Kowalski).
William Hill (Tim Kennedy).
John Carroll Lynch (Martin).
Brooke Chia Thao (Vu).
Scott Eastwood (Trey).
Doua Moua (Spider).

Por onde começar? huuum... vejamos... -Pô Baião, se era pra não saber o que dizer, ficava sem postar mesmo! +Calma incauto mancebo! Estamos falando de algo que tem Clint Eastwood... como diretor, e como protagonista... Não quero tomar um tiro de 44 ok?! ... Serei breve! O filme é quase um memórias postumas de um cowboy durão. Pois o filme, em referências, reconta a carreira e o significado de Eastwood. É como se ele tivesse afim de mostrar pro público comum, o que ele foi, é, e sempre será...

De certo que ele surpreendeu muita gente, em alguns filmes, mas este filme é mais interessante, embora não chegue perto de outras obras, em qualidade de direção... O caso é que é um filme à parte, e em cada cena nos faz perguntar se é só aquilo mesmo, ou se certas falhas são por acaso... Mas um cinéfilo experiente sabe... sabe que com esse cara, nada é só o que parece... Nada é por acaso.

Neste filme, temos um veterano da guerra da Coréia, vivendo numa comunidade de vizinhança composta por imigrantes asiáticos... Sua xenofobia é mais que exposta, reflexo não só dos idosos de nossa sociedade, como de um homem que guerreou contra coreanos. O velho durão, termina envolvido com uma família hmong (etnia sudeste-asiática)... Pois um jovem mebro desta família, tenta roubar-lhe o grande coadjuvante deste filme. Um Ford Gran Torino 72, este carango dá um charme indescritível ao filme... bem eastwoodiano, claro. Mas o caso é que ele aprende muito, e ensina muito... Conceitos são modificados, e paradigmas internos destroçados.

Mas sinto dizer... que o filme em sí, é um amontoado de clichês, e lições de moral que vemos em qualquer filme... Um filme despretensioso. Mas vale a presença do personagem de Eastwood, nada de Magnum 44... Só o seu olhar aterrador, através do retrovisor... Que sinceramente, mesmo na sua idade avançada, ainda é foda! Bruce Nolan, personagem de Jim Carrey (Todo Poderoso) que o diga!


Enfim, em se tratar do cara... Ele não surpreende nem um pouco, até seria pouco mais que razoável, sem ele no elenco. Sem contar que Bee Vang (Hmong), não segurou a rapadura... pois nas horas de mostrar densidade, e fazer o gol... cagou o campo. Mas cuidado! Esqueça os filmes que são famosos, só porque o cara dirigiu... Este filme corajoso, leva às pessoas normais, que assistem filmes só por assistir... e que nunca veriam um filme clássico, por ser "velho"... a entender! Entender o que significa aquele cara... olhando pelo retrovisor. Entender mais uma figura carimbada do mundo cult... E isso o filme cumpre com louvor! Mostrar ao povão, o que é Clint Eastwood...

Trailer


Baixe!

Veja online!

És só um pimpolho da net? Leia o post de instruções...

Baixando... ou online... veja o filme, vale muito a pena!









Mas cuidado com o que vai sair falando por aí... Moleque!

_______________________________________

3 comentários:

  1. baiãozinhoo! posta filmes de psicopatas!

    ResponderExcluir
  2. Finalmente conseguí entender a piada em todo poderoso!

    Valeu Baiozes!!!

    ResponderExcluir